RELACIONAMENTO AMOROSO DENTRO DA EMPRESA: QUAL POSIÇÃO TOMAR?

RELACIONAMENTO AMOROSO DENTRO DA EMPRESA: QUAL POSIÇÃO TOMAR?

Leila Dillmann
Leila Dillmann

Situações como essa, deixam tanto colaboradores quanto empresa sem saber como agir. Porém, esse acontecimento pode gerar alguns transtornos e você deve estar pronto para saber orientar seus funcionários a respeito.

Geralmente é comum que os envolvidos fiquem na dúvida se devem ou não avisar o RH e seus superiores, pois, saber qual vai ser a reação da empresa, é algo que gera insegurança. Mas comunicá-los é essencial para que não fiquem sabendo por outros funcionários gerando assim boatos desagradáveis dentro da corporação.

É importante saber como se portar dentro do ambiente de trabalho quando se mantém um relacionamento amoroso com um colega, separar o pessoal do profissional para não causar nenhum tipo de mal entendido entre os outros colaboradores.

Mas, qual a postura da empresa perante essa situação?

A empresa deve se manter neutra, pois, não existe uma lei que proíba o relacionamento entre duas pessoas por trabalharem no mesmo local. O artigo 5º da Constituição Federal de 1988 garante os direitos e liberdades fundamentais da população brasileira. Ou seja, a empresa não pode demitir um funcionário pelo fato do mesmo ter um relacionamento com um(a) colega.

É valido ressaltar sobre a importância da separação do pessoal e do profissional, pois no Artigo 482 do Decreto Lei nº 5.452 diz que demissões por justa causa podem ser causadas por:

  • Ato de improbidade;
  • Ato de indisciplina ou de insubordinação;
  • Ato lesivo da honra ou da boa fama ou ofensas físicas praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem.

Algumas Dicas para os Apaixonados

  • Mantenham o profissionalismo dentro da empresa, independente da política da companhia, seja discreto.
  • Questões pessoais devem permanecer longe do ambiente de trabalho.
  • Mantenham sempre a ética e o bom senso.
  • Não escondam o relacionamento, aliás, não tem nada de errado em amar.

Sabendo dessas diferenças, os funcionários garantem o bom desempenho em suas funções não prejudicando seu emprego.

E aí, curtiu o post de hoje? Compartilhe em suas redes sociais.

Até logo 😉💙

GP 4.0

Leila Dillmann

Supervisora de Implantação e Suporte e redatora do Blog da IOPOINT