PASSIVO TRABALHISTA: QUAIS SÃO?

PASSIVO TRABALHISTA: QUAIS SÃO?

Leila Dillmann
Leila Dillmann

Os Passivos Trabalhistas podem acontecer quando a empresa não cumpre com suas obrigações ou até mesmo quando faz a contratação de um funcionário irregularmente, não cumprindo com as responsabilidades previstas na lei, gerando assim muitas dividas futuras para o empregador.

Não ter uma visão regulada ao empreendimento pode gerar grandes impactos a parte financeira da empresa e a imagem da mesma, podendo afetar a relação com os demais funcionários e com o mercado que a empresa atua.

O passivo trabalhista é de extrema importância, a empresa deve manter-se organizada e evitar o descumprimento das responsabilidades, cuidando assim do crescimento e reduzindo prejuízos financeiros.

São vários os motivos que geram passivos para o empregador, por diversas vezes as empresas tem dificuldades que as impedem de efetuar o pagamento no valor e dia acertado, em alguns casos o problema surge pela falta de organização e planejamento.

Os passivos trabalhistas mais comuns são:

  • Horas extras;
  • Registros de funcionários;
  • Pagamento de férias;
  • Demissões;
  • Verbas rescisórias;
  • Adicionais periculosidade e insalubridade;

Mas Como Evitar O Passivo Trabalhista?

Evitar passivos trabalhistas deve ser prioridade dos empregadores, mesmo não tendo nenhuma ação formada é necessário se prevenir para evitar o problema e trazer mais segurança para o seu negócio.

Ter sempre uma gestão transparente da folha de pagamento e dar uma atenção a esse processo pode ajudar na organização das obrigações e cumprimento da legislação.

Ter um software favorável para reduzir os erros nas informações, permitindo também integrar outras ferramentas como, por exemplo: o controle de ponto e jornada de trabalho. Assim a empresa tem uma certeza muito maior dos cálculos, pagamentos e horas extras.

É importante manter sempre um recibo ou uma copia assinada da folha de pagamento, para que se for necessário, ter em mãos provas do pagamento desses valores.

Dica bônus: Acompanhar os processos trabalhistas da às empresas a possibilidade de se manterem informadas, conseguindo possivelmente fazer um acordo com o funcionário e evitar prejuízos estrondosos. Com essas práticas de gestão as empresas vão ser capazes de reduzir os passivos trabalhistas que possam vir a enfrentar.

É essencial ficar de olho nas ações de sua empresa e se resguardar de todas as funções executadas corretamente, tendo assim acesso a informações preventivas que podem ser aplicadas.

Gostou do post? Compartilhe nas suas redes sociais.

Até mais <3

RH 4.0

Leila Dillmann

Supervisora de Implantação e Suporte e redatora do Blog da IOPOINT